top of page
  • BragaHabit

Bragahabit aprova dez projetos do programa "Viva o Bairro" no valor de 170 mil euros

A BragaHabit vai financiar dez projetos de melhoria e/ou requalificação propostos por associações de moradores ou outras entidades com intervenção local. Para estes projetos, apresentados no âmbito da primeira edição do programa "Viva o Bairro", será alocado o valor global de cerca de 170 mil euros.


O "Viva o Bairro" é uma iniciativa local de habitação, criado pela BragaHabit em parceria com o Município de Braga. Tem como objetivo intervir junto das comunidades locais para identificar necessidades em territórios prioritários, tal como esclarecemos aqui.


Os projetos aprovados

Nesta primeira edição do "Viva o Bairro" foram apresentadas onze candidaturas, tendo sido aprovados dez projetos que serão financiados a 100% e até ao montante máximo de 20 mil euros.

Assim, serão financiados os seguintes projetos:

  • "O Ringue da Amizade’" da Associação Pegadas do Brincar (20 mil euros);

  • "Da Rua para o Ringue", da Associação Parretas Team (19.660 euros);

  • "Sénior Feliz, Saudável e Seguro", da Associação de Moradores do Bairro Social das Enguardas (20 mil euros);

  • "Viva às Andorinhas", da Associação de Moradores das Andorinhas (20 mil euros);

  • "Academia Tecl@rt", da Delegação de Braga da Cruz Vermelha (20 mil euros);

  • "Festival Internacional de Ilusionismo", da Associação de Moradores de Montélios e S. Frutuoso (20 mil euros);

  • "Todos ao Forum", da Associação de Moradores do Aldeamento Bracara Augusta (11.750 euros);

  • "Cativar", da Associação Juvenil "A Bogalha" (17.388,86 euros);

  • "Escola de Música e Cidadania Picoto", da Agência do Bem/Fundação Bomfim (20 mil euros);

  • "Turma do Bairro", da Organização Portuguesa de Ajuda Humanitária (20 mil euros).


Um apoio direto às redes locais

Para João Rodrigues, vereador que tutela a pasta da Habitação, o programa ‘Viva o Bairro’ “procura responder às necessidades identificadas pelas comunidades em função dos seus contextos”. “Desta forma, apoiamos diretamente as redes locais nos territórios prioritários, privilegiando as áreas da cidadania, educação, emprego, exclusão social, solidariedade comunitária, desporto, saúde e bem-estar”, acrescenta o vereador.


Recorde-se que o “Viva o Bairro” tem como objetivo promover o desenvolvimento local, fomentando a cidadania ativa, a capacidade de auto-organização e a procura coletiva de soluções. Tudo isto através da participação da população na melhoria das suas condições de vida. Sendo que são elegíveis os projetos/ações que se enquadrem nas seguintes áreas de intervenção: Intervenções Pontuais; Serviços à Comunidade e Pequenos Investimentos e Ações Integradas.



Saiba mais informações sobre o programa "Viva o Bairro" aqui.


9 visualizações
bottom of page