• BragaHabit

Candidaturas ao Programa Viva o Bairro alargadas até ao dia 11 de novembro

O período de candidaturas à 1ª Edição do Programa Viva o Bairro foi alargado até ao dia 11 de novembro. Aceda hoje mesmo ao Balcão Digital da BragaHabit e candidate-se antes do prazo terminar!


Prazo adicional para as candidaturas ao Programa Viva o Bairro

Tendo-se verificado dificuldades de diversa ordem na submissão das candidaturas ao Programa Viva o Bairro, a Comissão de Acompanhamento da Execução dos Projetos, nomeada por despacho de 26 de agosto de 2022, concluiu pela necessidade de um prazo adicional ao anteriormente estabelecido. Desse modo, o Presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, emitiu um despacho em que determina o prolongamento da fase de apresentação de candidaturas até ao dia 11 de novembro de 2022.


Ainda não conhece o Programa Viva o Bairro?

O Programa ‘Viva o Bairro’ é uma iniciativa local de habitação, criado pela BragaHabit em parceria com o Município de Braga e dinamizado pelo Human Power Hub, em colaboração com as Associações de Moradores do Concelho de Braga. O programa intervém junto das comunidades locais para identificar necessidades em territórios prioritários, respondendo em conformidade e com rapidez, e disponibiliza 20 mil euros a cada projeto de melhoria ou requalificação proposta pelas Associações de Moradores ou outras entidades com intervenção local.


Objetivos do Programa Viva o Bairro

O ‘Viva o Bairro’ tem como objetivo promover o desenvolvimento local, fomentando a cidadania ativa, a capacidade de auto-organização e a procura coletiva de soluções, através da participação da população na melhoria das suas condições de vida. São elegíveis projetos/ações que se enquadrem nas seguintes áreas de intervenção: Intervenções Pontuais; Serviços à Comunidade e Pequenos Investimentos e Ações Integradas.


Critérios de candidatura ao Programa Viva o Bairro

Podem candidatar-se ao programa as Associações de Moradores reconhecidas pela BragaHabit e as organizações com natureza formal e não formal sem fins lucrativos que aí desenvolvam ou se proponham a desenvolver intervenções.

Os critérios de avaliação são:

  • Participação (com ponderação de 0 a 30); Pertinência e Complementaridade (com ponderação de 0 a 20)

  • Coesão Social e Territorial (com ponderação de 0 a 20)

  • Sustentabilidade (com ponderação de 0 a 20)

  • Inovação (com ponderação de 0 a 10).


Cada projeto aprovado será financiado a 100% e até ao montante máximo de 20 mil euros.

As candidaturas devem ser apresentadas exclusivamente através do Balcão Digital do site da BragaHabit.

Candidate-se aqui.

37 visualizações