top of page
  • BragaHabit

Bragahabit aumentou em 35% apoios ao arrendamento direto

Face ao primeiro semestre de 2022, encargos mensais com o RADA para os novos apoios mais do que duplicaram.


Os números são apresentados no relatório de prestação de contas que a BragaHabit deu a conhecer ao Município de Braga. No documento, referente aos primeiros seis meses de 2023, é referido que «no final do 1.º semestre, no Regime de Apoio Direto ao Arrendamento (RADA), tinham sido aprovados 972 subsídios».


Carlos Videira, administrados da empresa Municipal, revela que é


Um aumento de 35 por cento face aos números registados no mesmo período do ano passado.

O Administrador destaca ainda que nos primeiros seis meses de 2022 foram aprovados 719 pedidos de apoio. No que diz respeito ao valor dos encargos financeiros para a BragaHabit, é referido, no documento, «o valor médio também aumentou, fixando-se agora nos 135,15 euros [mensais]».


Este valor é quase o dobro do valor médio dos apoios concedidos no primeiro trimestre de 2022 (78,38 euros). Desta forma, o encargo mensal da BragaHabit com os apoios no âmbito do RADA mais do que duplicaram:

  • 1º semestre de 2022: 56 355 euros/mês;

  • 1º semestre de 2023: 131 365 euros/mês.


No âmbito do Regime de Apoio Direto ao Empréstimo, em vigor desde abril deste ano, foram já aprovados apoios a 118 famílias:

  • valor médio do apoio: 110,95 euros;

  • valor mais elevado do apoio: 197,07 euros.

Em menos de três meses de programa, os novos encargos são já de mais de 13 mil euros por mês.

13 visualizações

Comments


bottom of page