top of page
  • Foto do escritorBragaHabit

Casa do Encontro: um projeto que transforma vidas

Um projeto Bragahabit, que, em regime de residência partilhada, "dá vida" a 14 utentes.



Abílio Pereira e Nazira Zeytulayeva são dois dos rostos da Casa do Encontro. Convidados da rubrica da RUM, Bragahabit, 25 anos, 25 histórias, partilharam o impacto do projeto nas suas vidas.


Abílio Proença, residentes outubro de 2023, confessa que antes de se inscrever na Bragahabit encontrava-se muito vulnerável.

 

Vivia numa casa arrendada, tive que sair e vi-me numa situação muito difícil. Tive a sorte de um amigo me acolher, mas numas condições muito precárias. Dormia numa sala, num colchão, às vezes nem tinha banho".

A inscrição na Bragahabit mudou a sua vida.


Como se costuma dizer, saiu-me a lotaria. Logicamente comecei a ter mais entusiasmo na vida, mais vontade de trabalhar e sinto-me lá bem.

Oriunda da Crimeia, e em Portugal há 20 anos, Nazira Zeytulayeva está aposentada. Sem rendimentos suficientes para alugar uma casa sozinha, ou regressar, destaca que, na Casa do Encontro, tem as condições necessárias para viver dignamente e em segurança.


Gosto da Casa do Encontro, tem todas as condições, um quarto próprio, casa-de-banho, lavandaria, espaço para fazer churrasco. É positivo. As pessoas são boas, cada uma com o seu feitio, mas todos nos respeitamos.

Ouça estas e outras histórias em https://www.bragahabit.com/podcast

Comentarios


bottom of page