top of page
  • Foto do escritorBragaHabit

Braga integra Pacto da Rede dos Municípios Empreendedores

Carla Sepúlveda, apresentou o ecossistema de Braga na promoção do empreendedorismo social, no I Congresso Internacional dos Municípios Promotores do Empreendedorismo, que decorreu esta semana, no Funchal.



Como resultado do I Congresso Internacional dos Municípios Promotores do Empreendedorismo foi elaborado um documento de referência que visa a criação de uma rede de parceiros estratégicos. Esta rede é composta por municípios, universidades, entre outros, que construam um ecossistema amigo da inovação e do empreendedorismo nas suas mais diversas vertentes.


Carla Sepúlveda, vereadora da Educação, Inovação e Coesão Social, marcou presença e apresentou o ecossistema de Braga na promoção do empreendedorismo social. Demonstrou ainda o valor de uma atuação transversal, que vai da educação à inovação, dos projetos à missão do Human Power Hub, garantindo que estas temáticas são trabalhadas de forma a assegurar condições ideais de desenvolvimento de competências e projetos inovadores que respondam à ambição dos Bracarenses  e às necessidades do território.


Segundo Carla Sepúlveda,


Esta foi uma excelente oportunidade para partilhar todo o trabalho que temos vindo a realizar nas nossas escolas para a promoção da inovação e do empreendedorismo, nomeadamente na área social, que é feita de forma transversal, promovendo e criando ambientes amigos da cidadania, da participação e da inovação, e que têm nas nossas duas grandes referências municipais como são o Human Power Hub e a StartUp Braga, que se assumem como espaços privilegiados de concretização.

Com nove municípios portugueses e sete instituições de ensino superior, investigação e promoção da educação empreendedora a subscrever, com este pacto foi dado o primeiro passo no sentido da criação de uma rede de parceiros que cooperam no desenvolvimento de ambientes favoráveis à criatividade e à educação empreendedora, juntando municípios, escolas, universidades, empresas, instituições e organizações sociais, empresas e outros agentes culturais, económicos e sociais. 


Este congresso permitiu uma maior consciencialização para a materialização de iniciativas, projetos e programas integrados ao longo de toda a vida dos seus cidadãos, que concorram para a plena realização, para a inovação e para o empreendedorismo, transformando os municípios em referências nacionais e internacionais na promoção do empreendedorismo sustentável e inclusivo.


Esta iniciativa foi realizada pelo Município do Funchal, em parceria com a Universidade Aberta, em formato híbrido, e contou com mais de 300 participantes de sete países.

1 visualização

Comments


bottom of page