top of page
  • Foto do escritorBragaHabit

Braga: 30 famílias que vivem sem condições dignas recebem casa

BragaHabit aprovou o lançamento de uma oferta pública de aquisição (OPA) destinada à compra de 30 apartamentos, prontos a habitar.



O investimento estimado é de cerca de cinco milhões de euros. Este será feito no âmbito do programa 1.º Direito, do Instituto da Habitação e da Reabilitação urbana (IRHU). Esta OPA junta-se a uma outra a cargo da Câmara Municipal de Braga, que prevê a aquisição de 15 frações habitacionais.


João Rodrigues, Presidente do Conselho de administração da Bragahabit, refere que


Esta medida pretende dar resposta a agregados que vivem em situação de indignidade habitacional e já estão identificados.

A sinalização advém da Estratégia Local de Habitação, onde foram sinalizadas 1284 famílias e 3632 pessoas nestas condições.


Está prevista a aquisição de:

  • 2 apartamentos, tipologia T1;

  • 12 apartamentos, tipologia T2;

  • 11 apartamentos, tipologia T3;

  • 5 apartamentos, tipologia T4.


Os apartamentos serão arrendados a preços acessíveis a famílias bracarenses que têm condições habitacionais precárias. Para isso, terão em conta os rendimentos de cada agregado familiar.


João Rodrigues reforça que:


Por um lado, estamos a dar aos proprietários a possibilidade de vender os seus imóveis. Por outro, reforçamos a capacidade de acolher cidadãos que precisam de casa digna.

A Bragahabit e a Câmara de Braga têm trabalhado com diferentes mecanismos para combater o problema da habitação:

  • Estratégia Local, com um investimento previsto de 123 milhões de euros até 2026;

  • apoios extensíveis à classe média, para mitigar o impacto da subida das rendas e dos créditos;

  • Plano Diretor Municipal, que prevê o aumento da área de construção.

22 visualizações
bottom of page