top of page
  • Foto do escritorBragaHabit

Prémio "Assembleia de Moradores" pela UNHABITAT tem destaque na Smart Cities

O projeto “Assembleia de Moradores”, promovido pela BragaHabit, foi eleito para receber o “Habitat Scroll of Honour Award”.


O prémio pretende reconhecer as ações, instituições ou pessoas que contribuíram para:

  • a urbanização sustentável;

  • a melhoria da qualidade de vida urbana.

No total das 80 candidaturas recebidas dos quatro continentes (África, América do Sul, Ásia e Europa), foram 59 os nomeados. A iniciativa da Bragahabit foi uma das cinco eleitas pela Agência das Nações Unidas dedicada à urbanização sustentável.


A nomeação do projeto bracarense foi justificada com o trabalho realizado no sentido de se


Criar soluções de desenvolvimento social, económico e ambiental para todos os munícipes, facilitando as relações entre o município de Braga, a empresa municipal de habitação e os beneficiários de habitação social na cidade.

Lançada em Dezembro de 2021 e em funcionamento desde 2022, a “Assembleia de Moradores” tem como objetivo a promoção da reflexão e do trabalho conjunto entre a BragaHabit e os moradores dos bairros das:

  • Enguardas;

  • Andorinhas;

  • Alegria;

  • Santa Tecla;

  • Picoto;

  • Parretas;

  • Montélios;

  • Bracara Augusta;

  • Nogueira da Silva e Rua Professor Machado Vilela.


Para Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, a iniciativa


Tem o mérito de possibilitar um diálogo mais direto e próximo com os cidadãos destes bairros, respondendo às necessidades de cada zona habitacional e mantendo sempre um canal aberto para ouvir as pretensões das associações.

Por sua vez, Carlos Vieira administrador da BragaHabit, acredita que esta distinção possa trazer mais visibilidade à iniciativa. E também que a mesma possa vir a ser replicada por outros municípios do país:


Estas assembleias funcionam como um movimento da base para o topo que permite formular melhores políticas públicas.

O prémio “Habitat Scroll of Honour Award” existe desde 1989, e esta foi a primeira vez que um projeto português foi distinguido.


Este ano, além da “Assembleia de Moradores”, foram também distinguidas:

  • a Fundación Pro Empleo Productivo, do México;

  • o Município do Dubai (Emiratos Árabes Unidos);

  • o FICA (Fundo Imobiliário Comunitário para Aluguel), de São Paulo, Brasil;

  • o projeto “Ecovinroment from Bumeh Slum”, na Serra Leoa.

No seguimento do anúncio dos premiados, Maimunah Mohd Sharif, a Directora Executiva da UN-Habitat ressalvou a contribuição dos 5 impressionantes vencedores por forma a enfrentar os desafios urbanos mais difíceis. Destacou ainda que:


Desde que consigamos manter os pés bem assentes na terra, investir em soluções inovadoras com boa relação custo-benefício e escalar [os projetos], o nosso futuro urbano será sustentável.

A entrega do prémio realizar-se-á a 2 de Outubro, Dia Mundial da Habitação. A cerimónia decorrerá em Baku, capital do Azerbaijão.

11 visualizações
bottom of page