top of page
  • Foto do escritorBragaHabit

Município de Braga já contribui com 1,6 ME para famílias pagarem as rendas

O Regime Direto de Apoio ao Arrendamento (RADA) permite que famílias arrendem casa, sendo que a Câmara Municipal de Braga apoia com um valor mensal.



No final de Outubro de 2023 eram já 1001 as famílias apoiadas pelo RADA, programa lançado para garantir acesso à habitação às famílias com maiores dificuldades financeiras.


Os números são apresentados no Relatório Trimestral e Execução Orçamental, por parte da Bragahabit, na reunião de hoje com a Câmara Municipal de Braga.

Os dados serão submetidos à consideração aos vereadores da coligação PS e CDU, "Juntos por Braga". Estes revelam que as 1001 famílias beneficiárias do apoio se traduzem num aumento de 45,7% dos apoios do Município. No final do último trimestre de 2022 eram apoiadas 687 famílias, o que se traduziu num aumento de 314 unidades.


O valor do apoio médio também registou um aumento sendo que em:

  • outubro 2022 era de 121,84€;

  • outubro 2023 era de 132,25€.

Desta forma, os encargos mensais do Município com o RADA passaram de 132 282€, um total anual de 1 587 384€. Em outubro de 2002 eram de 83 704€, num custo anual de 171 857€. Estes números refletem um aumento de 35%, ou seja, mais 415 527€.

No que respeita às famílias que em outubro de 2023 beneficiavam do apoio, o valor mais baixo era de 48,87€ e o mais alto 252,09€.


Contudo, apesar do crescimento da atribuição do RADA existem 406 famílias em lista de espera na Bragahabit. Embora existam famílias inscritas há mais de 10 anos, a sua maioria foi inscrita em 2023. Para o RADA existem 112 pedidos referentes a 2023.

27 visualizações

Comments


bottom of page